sábado, 4 de julho de 2015

ESPECIAL QUADRINHOS: Entrevista Maxx Figueiredo





Maxx Figueiredo (41 anos) é Analista de Marketing, Diretor de arte, ilustrador e videomaker. Esse sósia do incrível Tony Stark éresponsável pelo "Pequeno livro do príncipe para colorir", lançado pela Universo dos Livros. 

Ele já participou de uma matéria que fiz sobre cosplayers, um tempinho atrás.

Pouco tempo atrás ele colocou na internet um vídeo desenhando, que eu amei. Pedi autorização para ele para colocar aqui e vocês conferem abaixo! Fantástico trabalho!


video



BIO


Formado em RTV pela FAAP, morou 1 ano em Lisboa, 3 em Barcelona, atuando como ilustrador e diretor de arte. Trabalhou nos maiores jornais, TVs e editoras do Brasil. Recordista nacional de 100m e 200m de paratletismo. Adora se vestir de homem de ferro para animar crianças em hospitais. Atualmente esta como analista de MKT na EY e publicou a versão do pequeno príncipe para colorir.



CONTATO




1.               Como e quando você começou a se interessar pelas HQs?
Desde que comecei a gostar de imagens. 3 anos.

2.               Lembra qual foi o primeiro quadrinho que te cativou?
Foram alguns. Catarina e as cores, mais tarde Mad e Chiclete com Banana, Angeli, LaerteDai meu traço era muito cartum, MAD. Daí busquei algo mais anatomia, fui atrás de Frank Frazeta, Boris Valejo, Hajime Sorayama, Serpire com Drunna,  RanXerox, ou Ranx, a série de ficção científica feita por Tanino Liberatore e Stefano Tamburini, dois artistas italianos que saia na revista Animal! Amazing!!! Mais tarde Frank Miller, Sam Kieth com The Maxx, Lobo, Bill Sienkiewicz com electra, os cards dos Friendly Dictators, Jon J. Muth e Kent Williams com Destructor e Wolverine, mais tarde Barbara Canepa, ex Disney, com sua Sky Doll. Não dá pra não querer desenhar depois dessas referências.

3.               Como os quadrinhos influenciaram sua vida?
De forma conceitual e gráfica

4.               Na hora de ler, qual gênero de HQ prefere?
Realidade fantástica

5.               Qual seu quadrinho favorito? Por quê?
RanXerox, porque é viável hoje em dia.



6.               Como surgiu a ideia de um livro para colorir?
Da editora. foi um convite.


7.               Onde busca inspiração para criar?
De tudo. Desde as rodas de pessoas que me circulam, no trabalho, na rua, no metro até a solidão do meu quarto.Tudo pode ser aproveitado se sabemos onde ir.

8.               Na hora de trabalhar/criar, tem alguma mania?
Tenho uma hora. Das 16h as 17h. Chamo de surto da tarde. Me vem muita idéia na cabeça. Quem descobriu isso foi a Adriana Salema na TV Cultura. Pois era a hora que começava a delirar.

9.               Existe algum tema que se recusaria a usar nos seus trabalhos? Por quê?
Vaca. Odeio desenhar vaca.

10.            O que vem por aí?
Maxx, O livro.

11.            Algum recado para os leitores?
Leiam até o fim! O melhor tá lá.





Nenhum comentário:

Postar um comentário